Início / Notícias / Tito Torres é relator de projeto que declara de utilidade pública Apae de Ubaporanga
m_IMG_20151117_154813330_HDR

Tito Torres é relator de projeto que declara de utilidade pública Apae de Ubaporanga

Na reunião da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia de Minas gerais, nesta terça-feira (17/11), o deputado Tito Torres relatou e emitiu parecer favorável ao projeto de lei 1.102 de 2015. A proposição declara de utilidade pública a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae – de Ubaporanga, com sede no município.

Como relator da proposição, Tito Torres destaca a importância do trabalho realizado pela instituição. “As Apaes atendem alunos com deficiência intelectual, múltipla ou síndromes associadas, proporcionando melhor qualidade de vida, promoção e inclusão social da pessoa com deficiência”, ressalta o deputado.

Com esse propósito, a instituição coordena e executa os objetivos, o programa e a política da Federação das Apaes do Estado e da Federação Nacional das Apaes em sua área de jurisdição, promovendo, assegurando e defendendo o progresso, o prestígio, a credibilidade e a unidade orgânica e filantrópica do movimento Apaeano.

Comissão busca soluções para os professores do Estado

Deputado Tito Torres parabeniza a Comissão pela luta pelos direitos dos professores do Estado.
Deputado Tito Torres parabeniza a Comissão pela luta pelos direitos dos professores do Estado.

Ainda durante a reunião, o deputado Tito Torres parabenizou a luta da Comissão em defender os professores do Estado que foram aprovados no concurso público realizado em 2011, e que não podem ser nomeados pois a perícia médica os classificou inaptos. “Parabenizo ao presidente desta comissão, deputado Duarte Bechir, pela autoria do requerimento para a realização da audiência pública que debateu os direitos dos professores. Precisamos cobrar uma posição do governo para buscar uma assistência digna para essas pessoas”, afirmou o deputado.

Durante audiência pública da Comissão realizada nesta segunda-feira (16/11), esteve em debate a emissão de laudos periciais pela inaptidão de candidatos aprovados em concurso da Secretaria de Estado de Educação. Os professores aprovados em concurso discordam dos laudos que os classificam como inaptos por apresentarem problemas temporários. A comissão fará uma visita à Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão – Seplag, com o objetivo de levar ao Executivo as preocupações dos candidatos considerados inaptos e sugestões que possam aprimorar o processo de admissão de novos servidores.

Além disso, verifique

Foto Luiz Santana

Secretária anuncia mínimo para educação

Deputado Tito Torres pediu informações sobre o orçamento da UEMG em reunião que integra a ...

Deixe uma resposta