Início / Notícias / Em Belo Horizonte, ONGs voltadas para a conscientização do autismo se unem para comemorar a data.

Em Belo Horizonte, ONGs voltadas para a conscientização do autismo se unem para comemorar a data.

Dia 2 de abril, domingo de 9 às 11h,  na Praça da Assembleia (Rua Rodrigues Caldas, 30 – Santo Agostinho, Belo Horizonte – MG) – Piquenique aberto a todos.

Dia 3 de abril, segunda-feira, de 18h30 às 20h – Palestra: “Autismo e Educação” na Casa dos Direitos Humanos que fica na Av. Amazonas, 558 – Centro. Se inscreva: https://www.sympla.com.br/autismo-na-educacao__129702

Como parte da comemoração do Dia Mundial da conscientização sobre o Autismo, a Comissão das Associações de Defesa dos Direitos dos Autistas de Belo Horizonte junto da Coordenadoria de Defesa das Pessoas com Deficiência da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, apresenta o tema: AUTISMO e a EDUCAÇÃO às 18:30 horas com  apalestra será apresentada pelo Psicólogo – Manuel Vázquez Gil e pela Psicopedagoga – Silvania Maria da Silva.

Dia 4 de abril, de 19h às 21 horas – Palestra: “Autismo e as famílias: participação no tratamento” na Fac. IPEMED de Ciências Médicas que fica na Av. do Contorno, 2073 – Floresta. Se inscreva: https://www.sympla.com.br/autismo-e-a-familia__129305

Como parte da comemoração do Dia Mundial da conscientização sobre o Autismo, a Comissão das Associações de Defesa dos Direitos dos Autistas de Belo Horizonte junto da Coordenadoria de Defesa das Pessoas com Deficiência da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, apresenta o tema: AUTISMO e FAMÍLIA. Será abordado a relevância da família na evolução do tratamento e acompanhamento contínuo das pessoas com o Transtorno do Espectro do Autismo às19:00 horas: palestra será apresentada pela Psicóloga Vivian Patrícia da Silva, Mestranda em psicologia pela UFMG e membro do laboratório de estudos e extensão em Autismo e desenvolvimento (LEAD-UFMG). 20:00 hs: palestra será apresentada pelo Psiquiatra Dr. Cláudio Costa, professor do curso de pós-graduação da Faculdade IPEMED de ciências médicas.

Dia 5 de abril, de 13h às 15 horas – Audiência pública sobre o autismo aberta a todos os cidadãos na Câmara Municipal de BH que fica na Av. dos Andradas, 3100 – Santa Efigênia.

Dia 6 de abril, de 15h às 16 horas – Reunião plenária de mobilização da Assembleia Legislativa de MG que fica na R. Rodrigues Caldas, 30 – Santo Agostinho.

Dia 7 de abril, de 15h às 17 horas – Sessão de cinema inclusiva para os autistas, familiares e amigos no Cine Santa Tereza  que fica na R. Estrela do Sul, 89 – Santa Tereza. Evento aberto a todos.

Dia 8 de abril, de 15h às 16 horas – Caminhada no entorno da Igrejinha da Pampulha  que fica na Av. Otacílio Negrão de Lima, 3000.  Evento aberto a todos.

 

O Dia Mundial da Conscientização do Autismo, ou simplesmente Dia Mundial do Autismo, é comemorado dia 2 de abril.

A data serve para ajudar a conscientizar a população mundial sobre o Autismo, um transtorno no desenvolvimento do cérebro que afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo.

Origem do Dia Mundial do Autismo

O Dia Mundial de Conscientização do Autismo foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 18 de Dezembro de 2007, com o intuito de alertar as sociedades e governantes sobre esta doença, ajudando a derrubar preconceitos e esclarecer a todos.

 Dia do Autismo no Brasil

No Brasil, o Dia Mundial do Autismo é celebrado com palestras e eventos públicos que acontecem por várias cidades brasileiras. O objetivo é o mesmo em todo o lugar, ajudar a conscientizar e informar as pessoas sobre o que é o Autismo e como lidar com a doença.

Nesta data, vários pontos turísticos do país são iluminados de azul, cor que simboliza o Autismo.

 O que é o Autismo?

O Autismo pertence a um grupo de doenças do desenvolvimento cerebral, conhecido por “Transtornos de Espectro Autista” – TEA.

Os sintomas do autismo são: fobias, agressividade, dificuldades de aprendizagem, dificuldades de relacionamento, por exemplo. No entanto, vale ressaltar que o autismo é único para cada pessoa. Existem vários níveis diferentes de autismo, até mesmo pessoas que apresentam o transtorno, mas sem nenhum tipo de atraso mental.

Com informações da Revista Digital Tendência Inclusiva. Acesse a página aqui.

Além disso, verifique

Tela votação remota Assembleia de Minas

Aprovada em definitivo PEC que transfere recursos para municípios

Emenda à Constituição já pode ser promulgada pela Mesa da ALMG após aprovação nesta segunda ...

Deixe uma resposta