Início / Notícias / Tito Torres critica projeto que aumenta impostos em Minas Gerais
Foto: Pollyanna Maliniak/ALMG

Tito Torres critica projeto que aumenta impostos em Minas Gerais

O deputado Tito Torres endossou as críticas ao Projeto de Lei 2.817 de 2015, de autoria do governador Fernando Pimentel, que altera a Lei 6.763, de 1975, que consolida a legislação tributária do Estado. Uma das mudanças previstas pela proposição é o aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre produtos considerados supérfluos, bem como o aumento da alíquota da energia elétrica para consumidores comerciais.

“A minha expectativa era que o governo atual baixasse os impostos para que as empresas pudessem se manter e aumentar a produção. Mas, o que tenho visto, é o aumento de tributos para a população, aumentando a crise financeira em nosso Estado fazendo com que empresários demitam milhares de funcionários e levando empresas à falência”, disse o deputado Tito Torres.

O deputado ainda fez um apelo aos parlamentares da região da Zona da Mata para que defendam os interesses da população e votem contra o projeto. Ele lembrou que há uma frente parlamentar em defesa do polo moveleiro da cidade de Ubá que no momento está enfrentando dificuldades ocasionando várias demissões.

“Estão discutindo que a alíquota do Rio de Janeiro é menor que a de Minas Gerais e vão aumentar o valor do ICMS para essas empresas? Peço que esses deputados sigam o bloco de oposição, façam jus aos votos que receberam nesses municípios e votem contra essa proposição que é a maior vergonha do Estado de Minas Gerais”, ressalta o parlamentar.

Veja o vídeo:

Além disso, verifique

Área da Saúde é beneficiada com mais de R$ 18 milhões através do trabalho de Tito Torres em 2021

Unidades Básicas de Saúde e hospitais com estoque de insumos e materiais hospitalares em dia. Treze ambulâncias para transporte de pacientes e acompanhantes, além de cinco aparelhos de tomografia para hospitais de referência em diferentes regiões de Minas. Este foi o saldo do trabalho de Tito Torres para a área da saúde em 2021. Ao todo, a atuação do deputado garantiu mais de R$ 18 milhões para prefeituras e entidades hospitalares.

Deixe uma resposta