Início / Notícias / Governador veta projeto que incluiria Itabira e João Monlevade no Colar Metropolitano

Governador veta projeto que incluiria Itabira e João Monlevade no Colar Metropolitano

Foi votado na manhã da quarta-feira (16/3/16) o Veto Total à Proposição de Lei Complementar 145/16 que objetiva ampliar o colar da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Pelo texto, vetado pelo governador, seriam incluídas as cidades de Jequitibá, Itabira, João Monlevade, Santana do Riacho e Catas Altas, todos na Região Central. “Esse é um projeto que não traz ônus para o Estado, não causa impactos financeiros. Apenas traz benefícios para estas cidades”, explicou Tito Torres durante pronunciamento em plenário. Ele solicitou que os parlamentares também apoiassem a causa.

Ao fim da votação, o veto do governador Fernando Pimentel foi mantido, e com isto, os municípios não serão incluídos no Colar Metropolitano. Infelizmente o governador não considerou relevante esse projeto. A inclusão que defendi permitiria que essas cidades se articulassem com os demais municípios integrantes do Colar, órgãos e entidades federais e estaduais trazendo benefícios para as gestões municipais, para a economia e para toda a população”, explicou Tito Torres.

Além disso, verifique

Tito Torres garante mais de R$ 8 milhões para a infraestrutura de municípios

Ruas calçadas ou pavimentadas são importantes para a qualidade de vida e desenvolvimento econômico. Afinal, o barro e a poeira não são apenas incômodos, eles também podem causar problemas de saúde e prejuízos. Além disso, vias esburacadas atrapalham o transporte de produtos e serviços. Por isso, investir em obras de infraestrutura foi uma preocupação do deputado Tito Torres em 2021. Ao todo, ele destinou mais de R$8 milhões para a infraestrutura de municípios.

Deixe uma resposta