Início / Notícias / Dia Mundial do Câncer une a população mundial contra a doença

Dia Mundial do Câncer une a população mundial contra a doença

O Dia Mundial do Câncer, comemorado em 4 de fevereiro, foi instituído em 2005 pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC) e tem como principal objetivo fazer com que o maior número de pessoas ao redor do Planeta fale sobre a doença.

A campanha 2016-2018 pretende mostrar como todos – em grupo ou individualmente – podem fazer a sua parte para reduzir o câncer. Por isso, o tema escolhido foi: “Nós podemos. Eu posso”. Assim como o câncer afeta cada um de diferentes formas, todas as pessoas têm o poder de tomar diversas atitudes para reduzir o impacto do câncer nos indivíduos, nas famílias e nas comunidades. No Brasil, a iniciativa é protagonizada pelo INCA, instituição parceira da UICC.

Diante do crescimento da doença e das campanhas nacionais de combate ao câncer de mama, o “Outubro Rosa”, e ao câncer de próstata, o “Novembro Azul”, o deputado Tito Torres apresentou na Assembleia Legislativa de Minas Gerais o projeto de lei 3.093 de 2015. A proposição tem como objetivo a obrigatoriedade da realização de exames preventivos contra o câncer nos hospitais da rede Pública Estadual de Saúde, pertencentes ao Sistema Ùnico de Saúde – SUS.

“Com a realização desses exames, a mortalidade por câncer e outros tipos de doenças, tende a diminuir, considerando que um diagnóstico precoce permite um tratamento menos rigoroso e aumenta as chances de cura do paciente”, ressalta o deputado.

Números de câncer do Brasil
Atualmente, 8,2 milhões de pessoas morrem por ano de câncer no mundo. No Brasil, foram registradas 189.454 mortes por câncer em 2013 (INCA). Para 2016, estima-se a ocorrência de mais de 596 mil casos da doença no País. Entre os homens, são esperados 295.200 novos casos, e entre as mulheres, 300.870.

O tipo de câncer mais incidente em ambos os sexos será o de pele não melanoma (175.760 casos novos a cada ano), o que corresponde a 29% do total estimado. Depois desse, para os homens, os cânceres mais incidentes serão os de próstata (61.200 novos casos/ano), pulmão (17.330), cólon e reto (16.660), estômago (12.920), cavidade oral (11.140), esôfago (7.950), bexiga (7.200), laringe (6.360) e leucemias (5.540).

Entre as mulheres, as maiores incidências serão de cânceres de mama (57.960), cólon e reto (17.620), colo do útero (16.340), pulmão (10.860), estômago (7.600), corpo do útero (6.950), ovário (6.150), glândula tireoide (5.870) e linfoma não-Hodgkin (5.030).

Fonte: Portal INCA

Além disso, verifique

Escola referência em Monlevade vai receber mais de R$ 204 mil intermediados por Tito Torres

A Escola Estadual Luiz Prisco de Braga vai receber recursos emergenciais para agilizar a reforma ...

Deixe uma resposta