Início / Notícias / Criminalidade em João Monlevade é tema de audiência

Criminalidade em João Monlevade é tema de audiência

Deputado Tito Torres participará da reunião buscando contribuições dos poderes públicos e da sociedade civil para enfrentar a situação

Na próxima segunda-feira (29/06), o deputado Tito Torres participa de audiência pública que irá debater o aumento da criminalidade em João Monlevade. A reunião, que vai acontecer na Câmara Municipal da cidade com a participação de diversas autoridades e da sociedade civil, está marcada para as 9h30.

“Sabemos que as polícias Militar e Civil vem atuando de forma efetiva para a redução desses crimes em João Monlevade, mas percebemos que a criminalidade tem crescido nos últimos anos. De 2013 até o momento tivemos um aumento nas ocorrências de vários delitos como roubos, furtos, homicídios e outros. Por isso, precisamos envolver os poderes públicos, lideranças comunitárias e cidadãos para tentarmos reverter esta situação”, diz o deputado Tito Torres.
De acordo com informações da Polícia Militar, o número de roubos saltou de 47 em 2013, para 74 em 2014 e já chega a 136 ocorrências em 2015. Os registros de furtos também aumentaram de 431 em 2013 para 477 até o início deste mês. O dado mais alarmante é a quantidade de homicídios que quase triplicou nos últimos três anos: em 2013 foram registrados quatro, em 2014 foram nove ocorrências e, em 2015, este número já chega a 13.

m_vista-de-carneirinhos
Vista parcial de João Monlevade

O município está preocupado com este contexto e firmou convênios com as Polícias Militar e Civil, de aproximadamente R$ 263 mil, para aperfeiçoar o policiamento ostensivo, a preservação da ordem pública e da defesa social. Uma das ações da Prefeitura Municipal foi a abertura, este ano, de um posto da Polícia Militar no bairro Loanda, local que registra alto índice de criminalidade. Em breve, a cidade receberá audiência da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, requerida pelo deputado Tito Torres, para debater o mesmo tema. “Queremos fazer uma discussão ampla para juntos buscarmos alternativas para diminuir a violência em Monlevade”, afirma Tito Torres.

Apac de Rio Piracicaba
Foi aprovado nesta quarta-feira (24/06), na Comissão de Constituição e Justiça, o projeto de lei 1284/2015, do deputado Tito Torres, que declara de utilidade pública a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de Rio Piracicaba. O projeto segue agora para apreciação na Comissão de Segurança Pública. Com o título de utilidade pública a entidade poderá firmar convênios com o Governo Estadual.
A Apac de Rio Piracicaba presta atendimentos de assistência social, de forma gratuita, continuada e planejada. A instituição trabalha para implementação de assistência à família, educação, saúde, bem-estar, profissionalização, reintegração social, pesquisas psicossociais e recreação dos condenados.

Além disso, verifique

humphrey-muleba-LOA2mTj1vhc-unsplash

Academias vão poder reabrir em cidades que estão na onda amarela

No final de julho, Tito Torres solicitou ao Governo que estudasse a retomada do setor ...

Deixe uma resposta