Início / Notícias / UEMG chega a três décadas oferecendo ensino superior de qualidade no Estado
Fotógrafo: Luiz Santana

UEMG chega a três décadas oferecendo ensino superior de qualidade no Estado

A Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) completa, em 2019, 30 anos de existência e a data foi celebrada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) com uma Reunião Especial de Plenário na quinta-feira (3/10).

“A UEMG é um orgulho para todos nós. Eu estou sempre à disposição da Universidade e em empenhando para garantir que suas demandas sejam atendidas”, diz Tito Torres que tem articulado a mudança de endereço da unidade de João Monlevade para um local mais apropriado. O deputado também teve atuação fundamental para que o prédio que abriga a UEMG na cidade fosse retirado da lista de imóveis a serem vendidos pelo governo anterior.

Presente em 16 municípios mineiros e oferecendo 115 cursos de graduação na modalidade presencial e nove cursos de pós-graduação, a universidade tem sua história ligada à da Constituição Mineira de 1989, cuja promulgação também ocorreu há 30 anos. Hoje com mais de 20 mil alunos, a  universidade foi criada por disposição contida no texto constitucional de 1989, pela qual as fundações educacionais de ensino superior instituídas pelo Estado ou com sua colaboração puderam optar por serem absorvidas como unidades da UEMG.

Foi com muito empenho que o pai de Tito Torres, Mauri Torres, como deputado estadual, garantiu que uma dessas unidades se estabelecesse em João Monlevade. Hoje, a UEMG Unidade João Monlevade (também conhecida como Faculdade de Engenharia – FaEnge/UEMG), conta com mais de 1200 alunos, distribuídos nos quatro cursos oferecidos, Engenharia Ambiental, Engenharia de Minas, Engenharia Metalúrgica e Engenharia Civil beneficiando com ensino superior de qualidade toda a região do Médio Piracicaba.

 

Unidades

Como previsto quando de sua criação, a instituição é uma universidade multicampi - com cinco unidades em Belo Horizonte e as demais espalhadas em cidades do interior, em várias regiões de Minas – e está vinculada à Secretaria de Estado de Educação, responsável por formular e implementar políticas públicas que assegurem o desenvolvimento científico e tecnológico, a inovação e o ensino superior no Estado.

No interior, há unidades em Abaeté, Barbacena, Diamantina e João Monlevade, na Região Central; em Campanha, Passos e Poços de Caldas, no Sul de Minas; em Carangola, Leopoldina e Ubá, na Zona da Mata; em Cláudio e Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas; em Frutal e Ituiutaba, no Triângulo Mineiro; e em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Além disso, verifique

Foto Luiz Santana

Secretária anuncia mínimo para educação

Deputado Tito Torres pediu informações sobre o orçamento da UEMG em reunião que integra a ...