Início / Destaque / Tito Torres defende que fábrica de lítio vá para o Vale do Jequitinhonha
sigma-Mineração-696x415

Tito Torres defende que fábrica de lítio vá para o Vale do Jequitinhonha

Deputado Tito Torres tem se esforçado para reverter a decisão do governo de Minas e levar para o Vale do Jequitinhonha a fábrica de células de bateria de lítio-enxofre. “Afinal, é no Vale que se encontra a reserva desse mineral, considerado o petróleo do futuro”, afirma o parlamentar. Na sexta-feira (22/05), o governador Romeu Zema anunciou que a fábrica de células de bateria de lítio-enxofre, projeto do Governo de Minas em parceria com a iniciativa privada, será implantada em Juiz de Fora, quase 800km de distância do ponto de extração do mineral.

Tito Torres se reuniu no dia 27/05 com o secretário de Governo, Igor Eto, para conversarem sobre a questão. No dia 28/05, a conversa foi com o governador Romeu Zema, numa reunião remota com a participação do secretário e deputado federais e estaduais. Nosso objetivo foi fazê-lo rever a decisão e reconhecer que o Vale do Jequitinhonha merece e precisa receber a fábrica. “Fechamos nossas telas com a promessa de que o Governo irá realizar um estudo técnico para avaliar a viabilidade da mudança das instalações da fábrica para seu merecido lugar, o Vale do Jequitinhonha”, afirma o parlamentar.

Desde a descoberta da reserva do mineral, 17 cidades do Vale do Jequitinhonha alimentam expectativas para criação de um parque industrial na região, tradicionalmente conhecida por deter o menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de Minas Gerais. No solo de lá, o lítio é encontrado com teor de 1,47%, índice que chega a 6% após o beneficiamento, considerado um dos melhores do mundo. O lítio é utilizado na produção de baterias de carros e ônibus elétricos, além de baterias para telefones celulares, tablets, drones e vários outros.

“Levando em consideração todos os benefícios em longo prazo, não faz sentido optar pela implantação da fábrica em outro local que não seja o Vale do Jequitinhonha. Além do principal, que é contribuir para o desenvolvimento social e melhoria das condições de vida de muitas famílias mineiras, o custo de produção e de escoamento será menor se acontecer no mesmo local onde é feita a exploração”, explica Tito Torres.

Além disso, verifique

WhatsApp Image 2020-04-06 at 13.52.02

Tito Torres garante cessão do imóvel do CESEC para a UEMG de Monlevade

O imóvel deverá ser compartilhado entre a UEMG e o Centro de Educação Continuada A ...